terça-feira, outubro 28, 2003

'Arnaldo'

Caro 'Arnaldo',

Tenho-te a dizer que concordo plenamente com os teus comentarios! Alias, faco minhas as tuas doutas palavras. De facto essas coisas serias sao demasiados chatas e muito pouco sofististicadas. Nada como um Brecht para adicionar alguma sofisticacao, algum cosmopolitanismo. Calculo que Brecht sera o ultimo nome que anda na boca da 'malta da noite' do bairro, aquela malta que odeia falar de coisas mais serias quando, ao redor de uma qualquer mesa de determinados bares, range os dentes de raiva de um mundo que obviamente nao os leva tanto a serio como o meso-mundinho academico, torpe e decrepito, que aparentemente os reconhece como sendo os mais serios entre os serios. Ah, esse anseio (velado) pela posteridade… Essa conviccao comezinha e bem escondida de que se o mundo te ouvisse seria bem melhor e, logo, nao tao serio… Como o mundo te ultrapassa, te transcende, te assusta na sua imensidao e te demonstra que tu afinal nao mais es do que um specimus entre outros tantos specimus refugias-te no Brecht, que estando morto, nao tem outro remedio se nao ouvir-te. O mundo esse, corre depressa demais e serio para se perder nas tuas elaboracoes teoricas Brechtianas e outras que tais. E tu… Alas! Es igual a todos os iguais e nao somente igual aos iguais que queres para teus semelhantes. Pior, morreras talvez sem reconhecimento publico, sem audiencia, sem premio nobel…
Estou aqui a tentar incluir um 'foda-se' no meu texto, ou um 'caralho'… Mas esvai-se-me a inspiracao para o enquadramento de tais poeticas palavras. Este meu esforco advem do facto de eu reconhecer que da assim um certo toque de je ne sais quoi, um toque de urbano-decadente-noctivago-bloquista que bebe gin tonico e sabe das merdas e conhece os gajos… Tem amigos giros e tal, tipos que, ve la tu, ganham a vida a pintar quadros com os dedos dos pes e vendem CDs na feira da Ladra. Malta alternativa que sabe das cenas e nao embarca em capitalismos nem mesmo quando vai ali a esquina comparar o hax ao tipo que tambem e fixe e amigo e tal… Funcionarios publicos isso e que nao! Essa malta cinzenta e chata que ve novelas e deita-se as dez para acordar as sete… Gente 'seria' como o mundo 'serio' e chata como os chatos que nao te dao o devido valor! Muito provavelmente gente como os teus proprios progenitores… Mas isso, deixo a Freud para interpretar, ou a ti proprio - e a tua malta - quando Brecht cair em desuso e a malta passar a debater Freud. Nao de forma seria e claro, porque isso a malta tambem nao consegue. A malta gosta e da superficie das coisas, o saber das merdas…
Pois e Arnaldo, quanto a mim, o Papa que se foda (finalmente encontrei o contexto certo), antes ele do que eu. O orcamento de Estado idem, idem, aspas, aspas. O benfica entao nem se fala… A mim nao me preocupa o mundo serio porque nele existem muitos anonimos que se deitam as dez e levantam as sete que ainda tentam fazer alguma coisa. Preocupa-me os gajos como tu, os 'Arnaldos' deste mundo, as 'maltas' das noites dos bairros que, biliosos, transpiram e respiram raiva de uma seriedade que, como disse, nao os pode realmente levar a serio, e que eu so espero que se engasguem no seu proprio cinismo e que se enforquem no alto do seu convencimento…