terça-feira, março 16, 2004

Mundo livre

No mundo livre. Em Inglaterra. Ana ia como de costume para a sua aula semanal de aerobica, quintas, as seis da tarde. Quando chegou ao ginasio a entrada na aula foi-lhe barrada. Ana tinha chegado 4 minutos atrasada. Segundo a recepcionista, Ana tinha perdido 4 minutos dos 15 minutos iniciais reservados a exercicios de aquecimento logo a sua probabilidade de contrair um acidente muscular aumentou substancialmente. Caso isso acontecesse, Ana poderia processar o ginasio, a professora e, no final da cadeia, a recepcionista que a deixou entrar. Para precaver tal situacao (veja-se, nao o acidente em si, mas o processo) a entrada e barrada a quem chegue atrasada(o) 1, 2, 3, 4 minutos… Ana pediu para reclamar. Logico que nao poderia alegar que estavam todos loucos. Como tal alegou que 4 minutos em 15 nao faria grande diferenca. Ana aguarda agora que lhe respondam. Talvez, pensa ela, ir-lhe-ao pedir uma carta do medico em que ateste a sua capacidade fisica para suportar a perda de 4 minutos em 15 de aquecimento. Mas talvez o medico nao escreva a carta. Com medo de mais tarde vir a ser processado. Mundo livre do que? Nao da insanidade e da paranoia…