segunda-feira, abril 19, 2004

Evoluindo???

A direita lida mal com as revoluções. A esquerda adora revoluções. Toda a gente sabe disto. No caso português a coisa é mais ou menos igual, mas o problema está no património político e social da revolução (não tanto na semântica) de que uns se querem apropriar e que outros querem, erradamente, fazer esquecer. Nem a esquerda é dona do 25 de Abril, nem a direita deve ter vergonha de o assinalar com a toda dignidade que o momento celebra. Está na hora de percebermos (homens e mulheres deste país, da direita, do centro e da esquerda) que o legado da revolução é herança de todos. De todos, sem excepção, coisa que não deve envergonhar ninguém. Neste caso, assustadoramente lógico, a virtude está no meio e não nos extremismos balofos que à direita e à esquerda querem fazer do 25 de Abril, não um acontecimento digno (e dignamente referenciado) mas um circo mediático e populista que desonra a memória de todos aqueles que lutaram por ele. Nem tudo tem de ser branco ou preto.